Publicado em

Cuide de você mesmo

Sobre ajudar outros e você mesmo a melhor lição que tenho é esta:

Somos a primeira coisa de que devemos cuidar.

Nosso ser está sob a nossa mais direta responsabilidade, muito mais do que nossos filhos, pais, companheiro(a), amigos, nação, empresa ou a sorte do mundo.

Se não cuido de mim mesmo, como poderei cuidar dos outros?

A qualidade de nosso ser comanda a qualidade de nossa ação junto ao outro.

É por isso que nossa primeira preocupação deveria ser a textura íntima de nossa própria vida.

Cuidar de si não significa de modo algum perseguir uma certa aparência física ou moral, correr atrás de dinheiro, posses, poder, títulos, prestígio, reconhecimento, amor, etc.

Significa que temos de desenvolver nossa capacidade de sentir nossas próprias emoções e as dos outros, pensar de modo justo e perceber a beleza do mundo.

A pequena lição de estar num avião demonstra isso: deves estar atento a si para poder auxiliar ao outro.

Lembre-se também que a preocupação não é física ou mesmo moral: como posso oferecer ao outro o que não tenho?

Estás integro em tuas propostas e idéias?

Agora e sempre?

O que fazes para cuidar de si mesmo? Tens amor por si? Cuidas desta dádiva que Deus lhe deu (teu corpo e tua mente)?

A viagem aqui é curta e assim lhe proponho pensar a importância de si e não do outro como lhe é imposta a todo momento.

Estás aqui e agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *