Publicado em 1 comentário

Como a força das mulheres muda nossas vidas?

Como falar sobre elas sem ser piegas?

Como ditar palavras sobre o que elas fazem sem medo de errar?

Não sei, mas isso não me impede de tentar. Espero não errar. Mas também me dou o direito disso. Assim como você também estou sujeito aos erros de pensamentos.

Um de meus melhores companheiros de leitura diz o seguinte:

Diz-se na tradição cristã que aqueles que têm o poder de sentir integralmente o seu sofrimento e o dos outros — de senti-lo a ponto de chorar por ele — têm o “dom das lágrimas”. Só grandes santos e santas tiveram esse dom, tão maravilhoso quanto a graça do sorriso.

Completando: ELAS tem esse dom como nenhum de nós. Elas nasceram com a capacidade de nos encantar sem nenhum esforço, embora toda sua vida seja recheada de esforços hercúleos.

Mas quem elas são?

São nossas mães, esposas, mulheres, amigas e conhecidas. São muitas vezes desconhecidas que nos fazem sentir a vida como nossa grosseria não nos permitiria.

Elas estão ao nosso lado e muitas vezes simplesmente ignoramos a sua presença porque estamos entorpecidos com nossas mazelas. Mas elas continuam ali querendo e desejando nosso bem.

Acho que elas nascem sabendo que a nossa alma tem uma pele, e essa pele se chama emoção. Parece que o calor delas simplesmente aquece tudo a seu redor e faz todas nossas dores serem menores. Abençoada sejam elas que nos aturam. E nos amam acima de tudo. Lembra aquele lance de “amor de mãe” então, o universo é pequeno perto deste sentimento.

Nada supera isso.

Não por acaso é o amor de uma mulher.

Quando se unem nada as para

Eu não poderia contar (de forma justa) quantas mulheres tem nos ajudado nos últimos tempos. São pessoas que aparecem nos momentos mais propícios e nos entregam aquilo que tem de melhor: seus sentimentos e saudações sem sequer tenhamos pedido.

São as amigas de longa data, recentes, de trabalho, de casualidade, de carisma, de amigos em comum, de família… Elas simplesmente aparecem e dão seu “ar da graça” assim “de graça”.

Quando a Andi resolveu fazer um Chá de Lenço – Para ajudar quem realmente precisa – Elas simplesmente apareceram aos poucos: cada qual com sua contribuição para que tudo fosse perfeito. E assim foi.

Simplesmente parece que quando elas se unem todo Universo conspira a favor. E realmente é assim que as coisas são.

Cada instante é sagrado porque é um instante de vida. Porque a vida é esse instante. Portanto, tudo o que povoa o instante é sagrado, assim como tudo o que conduziu a esse instante, mesmo o sofrimento, mesmo as causas do sofrimento.

Cada qual com seu propósito, mas todas unidas por algo em comum

O algo em comum é muito além do que podemos enxergar: dedicar seu tempo, deixando de lado todas as outras responsabilidades para trazer afago e calor para uma delas é de um exemplo que nós homens, infelizmente, ainda, não podemos compreender na plenitude.

O tempo que cada uma destas mulheres dedicou para fazer a Andi mais plena e feliz não tem preço, apenas valor. É um valor intrínseco na própria atitude.

Não posso agradecer com palavras o tanto que isso trouxe de beleza e gratidão em nossas vidas. Posso apenas exprimir minha singela gratidão por meio de palavras na crença que elas sejam tão boas quanto a atitude delas.

Meninas, vocês são demais! Obrigado!

Um comentário sobre “Como a força das mulheres muda nossas vidas?

  1. Parabéns pelo evento, pelo momento… e das emoções que me cercam, neste momento de leitura… fico sem palavras… peço a Deus que acalente o sonho de cada uma. Que desça Sua Graça sobre cada uma de vocês!!! Lindo momento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *