As vezes é:

Um sorriso

Sorrir é a expressão divina em sua plenitude. Sorri é a certeza da presença divina sem nem mesmo conhecê-lo. Sorrir é o agrado emocional que podemos oferecer de forma gratuita e sem nenhuma expectativa de retorno. É simples como respirar mas desperta o nosso melhor.

Uma palavra

Já sentiu aquela dificuldade de dizer algo pra alguém que você sabe que precisa que seja dito? Já né? É duro quando a voz não sai como a gente gostaria. Mas faça. Ás vezes apenas boa vontade já é suficiente para alegrar e encorajar o outro. Precisamos mais disso: encorajar os outros a vencerem a si mesmos e os desafios desse plano. Tente.

Uma reza

Não importa teu credo, sério mesmo. Rezar é acreditar que a força do teu pensamento e desejo podem mover montanhas. É comunicar-se com o teu Divino sem medo. É a certeza que a vida vai além do que teus olhos veem. É a energia que precisas para passar pelas durezas de um dia estafante. É o credo em ti mesmo.

Uma lágrima

Chorar é o passo que damos em direção ao nosso interior só que em sentido oposto: o que está dentro vem pra fora. As lágrimas que derramo representam a sinceridade que meu coração me permite expressar e que as palavras não podem alcançar. Lembro de muitas lágrimas, muitas das quais o sabor poderia ser amargo mas em verdade foram doces como apenas a serenidade pode ofertar.

Um suspiro

Reconhecer a importância de alguém em sua vida pode ser a maior gratidão que terás nesse plano: seja honesto consigo e com o outro – Um suspiro honesto, sincero e profundo pode representar mais do que mil palavras.

Um agrado

Sabe o que é um agrado? Te garanto que não. Não sabes. Nunca saberemos pois simplesmente não sabemos como o outro reagirá a qualquer ação que tomamos. Veja: muitas vezes uma simples roupa recolhida representa muito ao outro. A ti representa apenas alguns minutos de suor. Ao outro a certeza do respeito. Já fizeste isso por tua esposa? Digo assumiste a responsabilidade de algo que “não era” tua responsabilidade? E você já fez pelo seu marido? Pai? Mãe? Filho?

Um momento

Conheço pessoas que se completam pela simples presença. Sério. Já vi gente que não precisa falar absolutamente nada enquanto na presença do outro que lhe complementa. Basta estarem sentados num sofá, juntos, próximos, que isso já lhes basta para serem. Sequer precisam trocar palavras. Eu admiro isso de um jeito profundo e honesto.

Uma música

O que a música desperta em nosso espírito tem relação direta sobre como enxergamos o mundo, mas, confesso que as melhores e mais emocionantes foram ofertas a mim como presentes. Muitas delas sem nenhuma pretensão como a que ouço agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *